Choque Elétrico Definição, e Fatores que Aumentam a Gravidade.

O Choque Elétrico é um estímulo rápido no corpo humano, ocorre quando Corrente Elétrica passa no corpo humano. Corrente essa que circula pelo corpo, onde ele vem a ser parte do Circuito Elétrico, onde a Diferença de Potencial Elétrico é suficiente para vencer a Resistência Elétrica que o corpo  oferece. Embora já se foi dito, que o Circuito Elétrico deva apresentar uma diferença de potencial capaz de ganhar da Resistência Elétrica oferecida pelo corpo humano, o que determina a gravidade do Choque Elétrico é a Intensidade da  Corrente que circula pelo corpo. O caminho que a Corrente Elétrica percorre no corpo, é um dos fatores que determina a gravidade do Choque, os em casos de Choques que a Corrente Elétrica passa pelo coração, se tem maior gravidade.


Fatores que determinan a gravidade.


Esses são os fatores que Influênciam a gravidade do Choque Elétrico :


• Caminho da Corrente Elétrica.
• Características da Corrente Elétrica.
• Resistência Elétrica do corpo humano.


Caminho da corrente elétrica :

  

Tem grande influência na gravidade do Choque Elétrico o percurso que segue pela corrente no corpo. A figura abaixo demonstra os caminhos que podem ser percorridos pela corrente no corpo humano.

Características da Corrente Elétrica :

  

   As propriedades da Corrente Elétrica é um dos fatores que determina a gravidade do Choque Elétrico. Para a Corrente Contínua (CC), as Intensidades da Corrente deverão ser mais elevadas para ocasionar as sensações do Choque Elétrico, a fibrilação ventricular e a morte. No caso da fibrilação ventricular, só acontece quando a Corrente Continua é aplicada durante um curto tempo e especifico do ciclo cardíaco.    
  As Correntes Alternadas com freqüência entre 20 e 100 Hertz oferecem riscos maiores especificamente as de 60 Hertz, que tem uso em sistemas de Fornecimento de Energia Elétrica, são perigosas, uma vez que se situam próximas à freqüência na qual a possibilidade de ocorrência da fibrilação ventricular é maior.      A Intensidade da Corrente tem valores diferentes para uma determinada sensação do Choque Elétrico, se a vítima for do sexo masculino ou feminino. A tabela a seguir ilustra tudo isso.


Resistência Elétrica Do Corpo Humano.

A Intensidade da Corrente Elétrica que percorre o corpo humano da vítima, irá depender da Resistência Elétrica que oferece passagem a corrente é de qualquer outra Resistência adicional que haja entre a vítima e a terra. O corpo humano oferece uma Resistência a passagem da Corrente que é quase que exclusivamente devida a chamada externa da pele, qual tem em sua constituição células que estão mortas. É entre 100.000 e 600.000 ohms que está situada essa Resistência, essa e a variação apresentada, quando se esta com a pele seca e sem cortes. Já com a pele esta úmida, a Resistência Elétrica do corpo e diminuída. Os cortes oferecem uma Baixa Resistência também. Pelo mesmo motivo, ambientes onde se tem muita umidade fazem com que a pele não ofereça uma elevada Resistência Elétrica à passagem de Corrente.  
   Durante a execução do trabalho, e difícil encontrarmos a pele seca, pois oferece maior resistência a passagem da Corrente Elétrica. A Resistência que é dada pela parte interna do corpo, é constituída por sangue, músculos, e demais tecidos, a nível de comparação a pele e bem baixa, normalmente medindo 300 ohm em média e com um valor máximo apresentado de 500 ohms.  As Resistências Elétricas da pele que aqui vimos tem diferença na passagem da Corrente Elétrica, em dois estados, seco ou, molhado, pode ser grande, se considerarmos o contato feito em um ponto do Circuito Elétrico com uma Diferença de Potencial ( ddp ) de 120 Volts, então teremos :



Edson Júnior " Energia é Tudo "


https://www.eletricistanodf.com/como-evitar-choques-eletricos/?utm_source=gmb&utm_medium=referral

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo