Distribuição de Energia Elétrica

Atualizado: 5 de jul.


A Distribuição de Energia Elétrica faz parte do setor elétrico que compreende os potenciais após a transmissão, que vão das subestações de distribuição e entregam energia elétrica aos clientes. A distribuição é realizada nos potenciais :


• Clientes médios são abastecidos por tensões de 23 kV, 13,8 kV e 11,9 kV.


• Clientes industriais, comerciais e residenciais, até a potência de 75 kVA, sendo que o abastecimento de energia é feito no potencial de 380, 220, 127 e 110 Volts.


• Distribuição subterrânea, potencial de 24 kV. A distribuição de energia elétrica e composta de várias etapas de trabalho, conforme é descrito abaixo :


• Medição e recebimento de energia elétrica em subestações.


• Rebaixamento ao potencial de distribuição da energia elétrica.


• Construção de redes de Distribuição de Energia


• Construção de estruturas e obras civis;


• Montagens de subestações de distribuição;


• Montagens de estruturas nas redes elétricas e transformadores.


• Manutenção de redes com distribuição aérea.


• Manutenção das redes de distribuição subterrânea;


• Poda de árvores;


• Montagem de cabinas primárias de transformação;


• Limpeza e desmatamento das faixas de servidão;


• Medição do consumo de energia elétrica;


• Operação dos centros de controle e supervisão da distribuição.

No Setor Elétrico quando se executa trabalhos em linha viva, os quais estão associados à rede de alta tensão energizada pelos métodos: ao contato, ao potencial e à distância e deverão ser executados por profissionais capacitados especificamente em curso de linha viva.


Manutenção com a linha energizada “linha viva”

Durante a manutenção e necessário adotar procedimentos e metodologias que garantem segurança dos que nela trabalham. Nessas condições de trabalho as atividades devem ser realizadas utilizando os seguintes métodos.

Método ao contato

O trabalhador terá contato com a rede energizada, mas não ficará no mesmo potencial da rede elétrica, estará devidamente isolado da rede, utilizando-se de equipamentos que o protege individualmente e equipamentos de proteção coletiva adequados para tensão da rede.

Método ao potencial

Nesse método o trabalhador fica em contato com a tensão da rede, no mesmo potencial. É necessário que se empregue medidas de segurança que garantam o mesmo potencial elétrico no corpo inteiro do trabalhador, deve ser utilizado um conjunto de vestimenta condutiva como capuzes, roupas, luvas e botas, que são ligadas através de cabo condutor elétrico e cinto à rede objeto da atividade.

Método à distância

É o método que o trabalhador irá interagir com a parte energizada tomando uma distância segura, através do emprego de procedimentos, estruturas, ferramentas, equipamentos, e dispositivos apropriados de isolação.


Manutenção com a linha desenergizada “linha morta”

As atividades que envolve manutenção no setor elétrico devem priorizar os trabalhos com circuitos desenergizados. Apesar de estarem desenergizadas devem obedecer a procedimentos e medidas de segurança adequado. Serão consideradas desenergizadas as instalações elétricas liberadas para serviços mediante os procedimentos apropriados, como, constatação da ausência de tensão, seccionamento, impedimento de reenergização, proteção dos elementos energizados existentes, instalação da sinalização de impedimento de energização einstalação de aterramento temporário com equipotencialização dos condutores dos circuitos.


Edson Júnior

Energia é Tudo


https://www.eletricistanodf.com/?utm_source=gmb&utm_medium=referral

Outras postagens sobre medidas de segurança quanto a Geração e Transmissão de Energia Elétrica.


https://www.eletricistanodf.com/post/geracao-de-energia-eletrica/?utm_source=gmb&utm_medium=referral
https://www.eletricistanodf.com/post/transmissao-de-energia-eletrica/?utm_source=gmb&utm_medium=referral

Todos capítulos da Série Segurança


https://www.eletricistanodf.com/post/serie-seguranca/?utm_source=gmb&utm_medium=referral

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo