Cargas Elétricas

Atualizado: 5 de jul.

                            

   No decorrer do século XX, o modelo apresentado por Ernest Rutherford, e aperfeiçoado por Niels Born, entre outros, foi de que o átomo, e constituído por partículas como elétrons, prótons e nêutrons, nesse modelo, os elétrons orbitam o núcleo atômico, onde se localiza os prótons e nêutrons, e forma um aglomerado que é extremamente coeso. É denominada eletrosfera a região onde os elétrons estão.    

Foi Joseph John Thomson que indentificou o Elétron, Rutherford, chamou de protons as partículas dos raios canais, o nêutron foi  descoberto por James Chadwick. No ano de 1932 foi possível verificar experimentalmente que protons e elétrons tem comportamentos elétricos opostos, quando um for atraído o outro será repelido, se um tiver desvio para o lado direito, o outro será desviado para esquerda, por esse motivo se atribuiu a Carga Elétrica como um atributo dessas partículas, a carga negativa foi atribuída aos Elétrons, e a positiva aos Protons, os nêutrons não possuem Carga Elétrica.    

Embora o próton seja quase duas mil vezes mais pesado que o elétron, eles tem quantidade de carga igual, em valor absoluto, valor que é denominada, Carga Elétrica Elementar ( simbolizado por e ), esse valor teve a sua determinação experimental pela primeira vez pelo físico Robert Andrews Millikan, e Charles Augustin de Coloumb, obserservou que a intensidade da interação entre Cargas Elétricas dependia da sua quantidade e distância entre elas.  Assim os valores das Cargas de um Elétron e um Próton, são representados pela equação.

          

      elétron (e–): –1,6 · 10 elevado a -19C           próton  (p+): +1,6 · 10 elevado a -19C

                               

  Edson Júnior                      

www.eletricistanodf.com/?utm_source=gmb&utm_medium=referral

                                Energia é Tudo

              

Link com título de todos capitulos.

https://www.eletricistanodf.com/post/serie-relacao/?utm_source=gmb&utm_medium=referral





134 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo